quarta-feira, janeiro 23, 2008

Diz o Destak hoje:

"Novo aeroporto

Responsável do LNEC desmente José Sócrates

O primeiro-ministro conhecia desde o dia 19 de Dezembro as conclusões do estudo do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) sobre a localização do novo aeroporto de Lisboa, garantiu ontem Carlos Matias Ramos. Em resposta a uma pergunta do Bloco de Esquerda, o responsável pelo LNEC acrescentou que foi chamado por José Sócrates à residência oficial, onde lhe apresentou as conclusões. Já em relação à construção da terceira travessia do Tejo no eixo Beato-Montijo, Carlos Ramos adiantou que é «uma opção que deve ser estudada», adiantando que o laboratório está disponível para estudar esta alternativa. "

Bruxo....

1 comentário:

Zé da Burra o Alentejano disse...

Escolhido o local do aeroporto faltam agora as travessias, mas parece-me que, uma vez mais, está a escolher-se uma má solução:

Eu continuo a insistir numa travessia apenas ferroviária para o TGV e outros comboios, entre Montijo e Chelas. A rodoviária seria feita entre a Trafaria e Algés, fechando a CRIL que termina subitamente numa rotunda em Algés.

Com a deslocação de parte do trânsito da ponte 25 de Abril para a Trafaria-Algés, a ponte 25 de Abril ficaria disponível para receber o trânsito que usa actualmente o Montijo dada a saturação da 25 de Abril.

O trânsito do novo aeroporto far-se-ia assim, sobretudo pela ponte já existente no Montijo.

Parte do seu actual trânsito transitaria, como disse, para a 25 de Abril ou deixaria existir porque os actuais utentes passariam a utilizar o comboio.

A travessia Trafaria-Algés, por ponte ou por túnel, terá um dia que ser feita porque a CRIL termina de forma abrupta em Algés, o que é absurdo: pode ser agora, daqui a 10, 20 ou 30 anos mas será inevitável e agora sempre se aproveitavam algumas ajudas comunitárias.