segunda-feira, novembro 19, 2007

É o que dá ler na diagonal...

Durão admite ter lido informações «que não eram verdadeiras»

Durão Barroso, actual presidente da Comissão Europeia, diz que recebeu informações sobre o Iraque que «não eram verdadeiras». «Vi os documentos, tive-os à minha frente, dizendo que havia armas de destruição maciça no Iraque. Isso não correspondeu à verdade», conta, em entrevista ao «Diário de Notícias» (DN).

Agora reparem como o mal se espalha. Não há nada na notícia que diga que o Sr. Durão leu efectivamente o documento, contudo logo chapado no título dizem que sim.

Ele diz: «Vi os documentos, tive-os à minha frente, dizendo que havia armas de destruição maciça no Iraque.»

Ora, eu imaginei logo algo tipo bloco encadernado, com letras garrafais na capa, a dizer "There are WMD in Iraq", mas que no topo da 2ª página diria algo como "But they're green.", que é como quem diz, "Há armas de destruição maciça no Iraque, mas são verdes."

RTFM!!!!!!!

1 comentário:

Ismael disse...

outras pessoas bem mais importantes já tinham admitido que não havia armas nenhumas... bah!